Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Emoção na Capelinha das Aparições

O terço, na Capelinha das Aparições, presidido pelo Papa, e a procissão de velas, encerraram o segundo dia da visita de Bento XVI a Portugal.
12 de Maio de 2010 às 22:43
Bento XVI rezou o terço perante 200 mil fiéis

Diante da Virgem, o Sumo Pontífice referiu-se ao "mar de luz" à volta desta "singela capelinha", enquanto "no nosso tempo e em vastas zonas da Terra, a fé corre o risco de apagar-se como uma chama que já não recebe alimento".

 

"Neste lugar, é impressionante observar como três crianças se renderam à força interior que as invadiu nas aparições do Anjo e da Mãe do Céu", disse o Papa, perante as mais de 200 mil pessoas que o escutavam no recinto do Santuário.

No final do discurso, o terceiro do dia, Bento XVI disse: "Trago comigo as preocupações e as esperanças deste nosso tempo e as dores da Humanidade ferida, os problemas do mundo e venho colocá-los aos pés de Nossa Senhora de Fátima".

 

À tarde, na Igreja da Santíssima Trindade, Bento XVI pediu aos sacerdotes obediência, pobreza e castidade e consagrou-os ao Coração Imaculado de Maria, pedido a protecção da Virgem contra as "tentações do maligno".

A noite foi de emoções fortes, na Capelinha das Aparições, com o Papa a recitar o terço do Rosário em Latim, nos Mistérios Gloriosos, respondendo cada um na sua língua.

Mas a noite não dormiu, na Cova da Iria, com missas, laudes e via-sacra, durante toda a madrugada. Após a Procissão das Velas, com muitos fiéis de lágrimas nos olhos, o cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado do Vaticano, celebrou a Eucaristia, aludindo ao décimo aniversário da beatificação dos Pastorinhos Francisco e Jacinta, tema que será certamente central na homilia do Papa a 13 de Maio.

Tarcísio Bertone falou de Portugal como "velho tronco lusitano de seiva cristã", apelando à não resignação. "Portugal, não te resignes a formas de pensar e de viver que não têm futuro", disse.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)