Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Empresa mineira turca rejeita acusações de negligência no acidente

Ainda há 18 mineiros presos na mina.
16 de Maio de 2014 às 11:19

A empresa privada que explora a mina de carvão de Soma, no oeste da Turquia, onde 284 mineiros morreram na terça-feira numa explosão, desmentiu hoje a existência de "qualquer negligência".

"Não cometemos qualquer negligência neste acidente", afirmou Akin Celik, diretor de exploração da 'Soma Komur Isletmeleri A.S', em conferência de imprensa.

Na terça-feira, uma explosão na mina de carvão de Soma causou 284 mortos, de acordo com o balanço provisório das autoridades turcas. Hoje, o ministro da Energia, Taner Yildiz, anunciou que "um máximo de 18 mineiros continua preso na mina", o que elevará o número total de mortos para "301 ou 302", deixando claro que aqueles trabalhadores estão mortos.

"Não há centenas de operários presos na mina como alguns disseram", frisou o ministro, acrescentando que as operações de socorro vão terminar quando todos os mineiros que se encontravam nas galerias subterrâneas forem retirados, três dias depois do pior acidente industrial registado na Turquia.

Turquia acidente mina mineiros 'Soma Komur Isletmeleri A.S'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)