Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Espanha limita voos de Moçambique e mais seis países da África Austral

Conselho de Ministros espanhol aprovou medidas extraordinárias para impedir a propagação e o contágio da nova variante do coronavírus.
Lusa 30 de Novembro de 2021 às 15:10
Espanha, Covid-19
Espanha, Covid-19 FOTO: Getty Images
O Conselho de Ministros espanhol aprovou esta terça-feira medidas extraordinárias para impedir a propagação e o contágio da nova variante do coronavírus (Ómicron), limitando os voos da África do Sul, Botsuana, Eswatini (antiga Suazilândia), Lesoto, Moçambique, Namíbia e Zimbabué.

A medida entra em vigor às 00h00 de 2 de dezembro e estende-se até às 24h00 de 15 de dezembro de 2021, período que poderá ser prolongado, se necessário, em função da evolução da situação e da pandemia de covid-19, assim como das decisões que possam ser tomadas de forma coordenada na União Europeia (UE).

Com estas limitações, só serão permitidos voos destes sete países que sejam ocupados por cidadãos de Espanha ou do Principado de Andorra, bem como por residentes nestes territórios.

Os passageiros em trânsito internacional para um país não-Schengen (ou seja, fora do espaço europeu de livre circulação) também podem voar nestes aviões quando façam uma escala de menos de 24 horas, período durante o qual não podem deixar a zona de trânsito do aeroporto espanhol.

A covid-19 provocou pelo menos 5.206.370 mortes em todo o mundo, entre mais de 261,49 milhões infeções pelo novo coronavírus registadas desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse (AFP).

A doença é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.

Uma nova variante, a Ómicron, foi recentemente detetada na África do Sul e, segundo a Organização Mundial da Saúde, o "elevado número de mutações" pode implicar uma maior infecciosidade.

Espanha Moçambique África Austral África do Sul Ómicron Botsuana Namíbia Zimbabué política
Ver comentários