Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Loureiro dos Santos: É preciso rearmar a NATO para evitar guerra com Rússia

General português diz que a Rússia está a efetuar demonstrações de força.
30 de Outubro de 2014 às 09:21
General Loureiro dos Santos fala no programa 'Falar Global' da CMTV
General Loureiro dos Santos fala no programa 'Falar Global' da CMTV FOTO: CMTV

O especialista em geoestratégia José Loureiro dos Santos disse esta quinta-feira que as manobras militares realizadas na quarta-feira por aviões da Rússia constituem uma demonstração de poder e defendeu que a NATO deve rearmar-se para evitar uma nova guerra.


Na quarta-feira, a NATO informou ter detetado "manobras incomuns" e "de grande escala" da Rússia no espaço aéreo sobre o Oceano Atlântico e os mares Báltico, do Norte e Negro e enviou aviões de vários países da organização para escoltar os aparelhos russos.


Uma situação que, para o general Loureiro dos Santos, surge na sequência da chamada crise da Ucrânia, onde a Rússia "demonstrou que está disponível para usar a força para atingir objetivos políticos". O objetivo final da Rússia, que Loureiro dos Santos considera ser "recuperar as vantagens geopolíticas que perdeu com o fim da Guerra Fria" e "controlar o território da Ucrânia", não tem tido, na sua opinião a oposição que devia.

"Neste momento, ninguém põe em causa - porque não existe poder militar para o fazer - as posições que a Rússia conquistou naquela zona" da Ucrânia, referiu, acrescentando que a falta de uma resposta forte por parte da Europa levou os países europeus de Leste que já pertencem à NATO - República Checa, Eslováquia, Hungria, Bulgária, Polónia e países bálticos - a achar que "lhes pode acontecer uma coisa parecida".

general José Loureiro dos Santos Rússia NATO rearmamento guerra
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)