Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Estado Islâmico executa 150 polícias e milícias

Militantes dispararam contra as suas vítimas depois de lhes ter amarrado as mãos e vendado os olhos.
Lusa 30 de Outubro de 2014 às 15:00
Pessoas que integraram o EI e outros grupos têm origem em "países que não enfrentaram antes desafios com a Al-Qaeda"
Pessoas que integraram o EI e outros grupos têm origem em 'países que não enfrentaram antes desafios com a Al-Qaeda' FOTO: Tauseef Mustafa/Getty Images

O Estado Islâmico executou esta quinta-feira 150 polícias e milícias do clã lbunamr, num mercado ao ar livre, na cidade iraquiana de Hit, na província de Al-Anbar, informaram fontes de segurança à agência espanhola EFE.

Os militantes dispararam contra as suas vítimas depois de lhes ter amarrado as mãos e vendado os olhos, acrescentaram as fontes citadas pela EFE.

Na quarta-feira, a organização executou outros 40 policiais e milícias dessa tribo na mesma cidade.

O primeiro-ministro iraquiano, Haidar al-Abadi, condenou as execuções e ameaçou responder com força e determinação às ações do Estado Islâmico.

"A execução do clã Albunamr pelo Estado Islâmico revela que esses terroristas não fazem distinção entre os iraquianos para derramar sangue", acrescentou o primeiro-ministro.

Pedida sansão criminal

O governante apelou às forças armadas e de segurança "para empreenderem todos os esforços para processar e aplicar sanção criminal" ao grupo.

Em junho, o Estado Islâmico assumiu o controlo de grandes áreas do norte do Iraque, incluindo Mossul, enquanto proclamava um califado nos territórios sob seu controlo no país e na vizinha Síria.

De acordo com a Missão das Nações Unidas no Iraque (UNAMI), pelo menos 1.119 iraquianos morreram e 1.946 ficaram feridos, incluindo civis e soldados em atos de violência perpetrados no país durante o mês de setembro.

Estado Islâmico Iraque Mossul Missão das Nações Unidas no Iraque
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)