Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Estudantes recusam reunião com directora

Os estudantes do Ensino Secundário que esta quinta-feira se manifestaram no Porto recusaram uma reunião com a Directora Regional de Educação do Norte, por considerarem que não iria surtir efeitos.
11 de Outubro de 2007 às 13:35
“A situação das escolas mantém-se igual ou até pior. A última reunião com a directora Regional não surtiu qualquer efeito”, justificou Ricardo Marques, da Associação de Estudantes da Escola Secundária Aurélia de Sousa.
O protesto reuniu, de acordo com dados da PSP, cerca de 500 alunos de escolas secundárias do Grande Porto, que após a concentração desfilaram até à Direcção Regional de Educação do Norte (DREN), acompanhados sempre por um forte dispositivo policial.
À chegada à DREN, a PSP aconselhou os estudantes a não proferirem insultos junto à instituição, sob pena de não poderem avançar mais. Os alunos respeitaram o conselho e usaram slogans educados, como: “Somos muitos, muitos mil para continuar Abril”, "Sem ela nada feito, Educação é um direito” ou “Educação sexual é essencial”.
Ricardo Marques explicou quais os motivos da manifestação, iguais aos dos últimos anos: fim dos exames nacionais, implementação da educação sexual nas escolas, fim das aulas de substituição, redução do número de alunos por turma, redução dos programas escolares, melhoria das condições ambientais e humanas nos estabelecimentos e o fim das barreiras no acesso ao Ensino Superior.
“Só quem está na escola percebe o tamanho do descontentamento dos estudantes e é por isso que estamos aqui, para demonstrar esse descontentamento ao Governo”, sublinhou o dirigente associativo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)