Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Europacolon apela ao Governo que promova rastreio ao cancro do intestino

Lusa 1 de Março de 2016 às 05:10

A Associação de Apoio ao Doente com Cancro Digestivo apelou hoje ao Governo que promova um rastreio ao cancro do intestino, como existe para outros tumores, para evitar que 11 pessoas morram por dia em Portugal devido à doença.

Há vários anos que a Europacolon Portugal tem vindo a alertar para a necessidade da realização de um rastreio organizado de base populacional no Serviço Nacional de Saúde, à semelhança do que tem vindo a ser feito para os cancros da mama e do colo do útero, disse o presidente da associação, que falava à Lusa a propósito do Mês Europeu de Luta Contra o Cancro do Intestino, que começa hoje.

Todos os anos surgem mais de 7.000 novos doentes e morrem 11 pessoas por dia em Portugal, mortes que podiam ser evitadas se a doença fosse detetada e tratada precocemente, disse Vítor Neves.