Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Ex-assessor de Daniel Campelo processa Câmara de Ponte de Lima por assédio moral

Lusa 22 de Fevereiro de 2017 às 13:24

Um assessor do ex-autarca Daniel Campelo formalizou uma queixa-crime e uma ação administrativa contra a atual Câmara de Ponte de Lima por alegado assédio moral, disse hoje à Lusa o advogado do queixoso.

Segundo Rui Bacelar, a ação administrativa deu entrada no Tribunal Administrativo e Fiscal de Braga (TAF-B) contra a Câmara Municipal, pedindo uma indemnização de 100 mil euros. Já a queixa-crime foi formalizada nos serviços da Procuradoria de República junto do Tribunal de Ponte de Lima, contra o atual presidente, vice-presidente e vereador do Desporto, imputando-lhes por crimes de ofensas à integridade física qualificada, crime de coação agravado, crime de perseguição agravado, prevaricação, entre outros.

Contactado pela agência Lusa, o atual presidente da Câmara de Ponte de Lima, Victor Mendes (CDS), escusou-se a comentar o caso, adiantando não ter sido ainda notificado pelo tribunal.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)