Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Ex-corretor condenado a 42 meses de prisão nos EUA por abuso de informação privilegiada

Procuradores caracterizaram Steinberg como um operador financeiro experimentado, que compreendia que as transações eram baseadas em informação privilegiada, mesmo que ignorasse que esta tinha sido comprada
16 de Maio de 2014 às 23:10

Um juiz federal norte-americano sentenciou esta sexta-feira um antigo gestor de investimentos da SAC Capital, Michael Steinberg, a 42 meses na prisão, depois de condenado por abuso de informação privilegiada ('inside trading').

 

O juiz Richard Sullivan decidiu uma sentença superior à desejada pelos advogados de Steinberg, que aceitavam 24 meses, mas inferior à pretendida pelos procuradores, que queriam uma entre 63 e 78 meses.

Um júri nova-iorquino condenou Steinberg em dezembro, depois de concluir que tinha obtido 1,9 milhões de dólares (1,4 milhões de euros) de ganhos ilegais, conseguidos graças ao acesso a informação privilegiada sobre a Dell e outras empresas tecnológicas.

EUA corretor condenado abuso de informação prisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)