Ex primeiro-ministro croata condenado a 4 anos e meio de prisão por peculato

Sanader prejudicou o Estado ao comprar um edifício por um preço inflacionado para o Ministério da Agricultura.
07.04.17
  • partilhe
  • 0
  • +
O antigo primeiro-ministro conservador croata Ivo Sanader foi esta sexta-feira condenado a quatro anos e meio de prisão e obrigado a devolver ao Estado 2,3 milhões de euros por peculato, cometido em 2009.

De acordo com a sentença de um tribunal provincial de Zagreb, Sanader prejudicou o Estado ao comprar um edifício por um preço inflacionado para o Ministério da Agricultura através de uma empresa do então deputado Stjepan Fiolic, também da conservadora União Democrática Croata, a que Sanader presidia.

Através desta operação, segundo a sentença, Sanader recebou um suborno de 17 milhões de kunas, cerca de 2,3 milhões de euros, o mesmo acontecendo com o então ministro da Agricultura, Petar Cobankovic.

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!