Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Ex-trabalhadores do urânio levam indignação à residência do primeiro-ministro

6 de Maio de 2014 às 09:45

Os antigos trabalhadores da Empresa Nacional de Urânio (ENU) anunciaram hoje que se deslocam a 17 de maio até à residência oficial do primeiro-ministro para manifestarem a sua "indignação" e exigirem que seja "definitivamente feita justiça".

"Ao fim de 14 anos continuam a empatar-nos. Não se pode continuar a adiar a justiça para com os ex-trabalhadores da ENU, que estão doentes, e para com os familiares de colegas que morreram com cancro devido à exposição à radioatividade", sublinhou António Minhoto, porta-voz da Associação dos Ex-Trabalhadores das Minas de Urânio (ATMU).

Os antigos trabalhadores da Empresa Nacional de Urânio (ENU) - que esteve sediada na Urgeiriça, no concelho de Nelas - lutam há vários anos para que sejam pagas indemnizações aos familiares dos colegas que morreram com cancro, devido à exposição à radioatividade.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)