Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Fenprof rejeita calendário da tutela para negociar novo diploma de concursos

Lusa 31 de Outubro de 2016 às 20:39

A Fenprof criticou hoje o adiamento do início das negociações do novo diploma de concursos de professores para o final de novembro, considerando-o "inaceitável", tendo entregado hoje, no Ministério da Educação, uma proposta de calendário e um documento reivindicativo.

"A Fenprof manifestou o seu total desacordo com a data prevista para a realização da primeira reunião, pois remete a negociação para um período de interrupção letiva [férias de Natal] ou, se a empurrar para janeiro, limita-a a um curto espaço de tempo, dada a necessidade de, nessa altura, garantir que não há atrasos na publicação do novo diploma legal. Para além de, obviamente, este adiamento desrespeitar o compromisso assumido pelo Ministro em 29 de julho passado", lê-se num comunicado hoje enviado pela Federação Nacional dos Professores (Fenprof).

Hoje, numa deslocação ao Ministério da Educação (ME), onde a Fenprof manteve uma reunião "de caráter informal" com elementos da comissão que vai negociar o futuro diploma dos concursos, a federação teve a confirmação de que a data de 30 de novembro, agendada pela tutela para dar início às negociações, não se tratava de "um lapso", como o sindicato inicialmente supôs, e da qual teve conhecimento por correio eletrónico, remetido pelo ministério às 00:30 de hoje, segundo as informações que constam do comunicado.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)