Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Fernando Pinto: "Palheta de turbina que se soltou" na causa do incidente com avião da TAP

Presidente da TAP defende que "o motor que deu o problema é dos mais voados do mundo. É um motor extremamente testado, mas factos como este acontecem. O transporte aéreo é seguro, porque os nossos tripulantes são treinados a fazer a aterragem monomotor".
16 de Julho de 2014 às 17:50

O presidente da TAP adiantou esta quarta-feira que as investigações ao incidente com o avião da companhia no sábado revelam que foi "uma palheta da turbina de alta" que se soltou, um problema da responsabilidade do fabricante.

 

No sábado, duas viaturas e uma habitação em Camarate, Loures, ficaram danificadas depois de terem caído peças de um Airbus 330 da TAP que descolava, com 268 pessoas a bordo, com destino ao Brasil. Esta quarta-feira, em entrevista à Lusa, Fernando Pinto garantiu que não foi "um problema da empresa [TAP]", mas "um problema do fabricante", já que a manutenção desta peça é feita por estes, no caso a General Electric (GE).

A questão está agora a ser analisada e a GE, "o maior fabricante mundial de turbinas, sem dúvida nenhuma", diz Fernando Pinto, "tem um histórico de resolução desse tipo de problemas muito rapidamente". 

Palheta turbina soltou causa incidente avião TAP
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)