Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Ferreira Torres recusa prestar declarações

O antigo presidente da Câmara Municipal de Marco de Canaveses, Avelino Ferreira Torres, recusou esta quarta-feira prestar declarações durante a primeira sessão do julgamento em que responde por crimes de corrupção, extorsão, abuso de poder e de peculato de uso, remetendo o seu depoimento para outra fase do processo.
16 de Abril de 2008 às 14:56
Avelino Ferreira Torres
Avelino Ferreira Torres FOTO: D.R.

“Posso falar a qualquer momento”, declarou Ferreira Torres, tentando criticar o procurador Remísio Melhorado. O ex-autarca foi, no entanto, impedido pela juíza-presidente, Teresa Silva, que o advertiu de que apenas podia pronunciar-se sobre os factos que a acusação acabara de apresentar. Em causa estão um crime de corrupção, outro de extorsão, três de abuso de poder e um de peculato de uso.

O silêncio do antigo autarca foi, no entanto, quebrado perante os jornalistas à saída do tribunal. Avelino Ferreira Torres criticou a organização do julgamento, que classificou como “um espectáculo degradante”. O actual vereador independente em Amarante referia-se em particular à convocação de mais de 40 testemunhas que, já se sabia, não podiam ser ouvidas todas nesta primeira audiência.

Ferreira Torres voltou ainda a comentar a ausência da testemunha-chave do processo, José Faria, que se encontra no Brasil, reafirmando que quer ver o antigo amigo no julgamento.

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)