Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Filho de Presidente da Guiné Equatorial faz acordo com EUA

Estados Unidos acusavam Teodoro de ter comprado todos os seus bens com dinheiro proveniente de corrupção no seu país.
Lusa 11 de Outubro de 2014 às 14:22
"Alegra-me ser capaz de por fim a este longo e custoso calvário", disse Teodorin Obiang
'Alegra-me ser capaz de por fim a este longo e custoso calvário', disse Teodorin Obiang FOTO: Abdelhak Senna/Getty Images

O filho do Presidente da Guiné Equatorial Teodoro Nguema Obiang Mangue chegou a acordo com o Departamento de Justiça norte-americano, no valor de 30 milhões de dólares, no âmbito de um processo de corrupção que enfrenta nos Estados Unidos.

De acordo com um comunicado do Departamento de Justiça dos Estados Unidos, no acordo aprovado na sexta-feira por um tribunal californiano, o segundo vice-presidente da Guiné Equatorial - também conhecido como Teodorin - aceitou vender a sua mansão em Malibu, na Califórnia, um Ferrari e seis estátuas em tamanho real de Michael Jackson.

"Concordei em resolver este caso, apesar dos tribunais federais norte-americanos referirem consistentemente que o Departamento de Justiça não tinha causa provável para apoderar-se das minhas propriedades, que foram adquiridas com fundos obtidos em conformidade com as leis do meu país e através de negócios dentro e fora da Guiné Equatorial", disse Teodorin Obiang, num comunicado divulgado na página oficial do Governo equato-guineense.


Segundo o comunicado do Departamento de Justiça norte-americano, cerca de 20 milhões de dólares irão para uma organização de caridade ativa na Guiné Equatorial e, outros 10,3 milhões de dólares de multa para os Estados Unidos serão redistribuídos ao povo equato-guineense, em função da legislação do país.

Presidente da Guiné Equatorial Teodoro Nguema Obiang Mangue Departamento de Justiça Teodorin Obiang
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)