Sindicatos falam de "fortíssima adesão" à greve dos trabalhadores não docentes

Centenas escolas não abriram em todo o país, devido a protesto de funcionários.
Por Lusa|04.05.18
  • partilhe
  • 7
  • +

O secretário-geral da Federação Nacional de Educação (FNE), João Dias da Silva, revelou esta sexta-feira que os dados iniciais confirmam uma "fortíssima adesão" à greve dos trabalhadores não docentes, com escolas fechadas em todo o país.

Em declarações aos jornalistas em frente da Escola Básica e Secundária Passos Manuel, em Lisboa, João Dias da Silva disse ter indicações de muitas escolas encerradas de norte a sul do país, dando do exemplo deste liceu, que "habitualmente não costuma fechar" e onde apenas um trabalhador se apresentou ao serviço.

"As maiores escolas de Bragança estão encerradas, há escolas no Porto encerradas e também em Espinho. (...) Concretiza-se uma fortíssima adesão à greve pela incapacidade do Governo em dar respostas a um problema que é reconhecido , de que se fala há tanto tempo e que o Governo continua sem resolver", afirmou.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!