Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Forças armadas da Síria põem fim ao cerco rebelde à prisão de Alepo

Reconquista da prisão de Alepo, cidade bastião dos rebeldes no Norte da Síria, é uma vitória significativa para as tropas do regime do presidente Bachar al-Assad.
22 de Maio de 2014 às 18:38

As forças armadas da Síria, apoiadas por combatentes pró-regime, puseram esta quinta-feira fim ao longo cerco das forças rebeldes à prisão central de Alepo, segundo o observatório sírio de direitos humanos.

O avanço de tropas e tanques blindados, que cercaram a prisão, foi precedido de um bombardeamento aéreo e encontrou resistência por parte de militantes da Frente al-Nusra, filial da Al-Qaida na Síria e de outras fações islamitas, que se encontravam dentro da prisão. Os rebeldes reclamam a libertação de cerca de 3500 reclusos, alegadamente detidos em condições degradantes.

A reconquista da prisão de Alepo, cidade bastião dos rebeldes no Norte da Síria, é uma vitória significativa para as tropas do regime do presidente Bachar al-Assad. Este acontecimento posiciona o exército sírio e seus aliados, incluindo o movimento radical libanês Hezbollah, a pouca distância da chamada estrada de Castelo, uma das principais vias que os rebeldes usavam para se abastecer.

Aleppo faz fronteira com a Turquia, que tem apoiado a revolta na Síria e acolhido centenas de milhares de refugiados resultantes do conflito que se arrasta há três anos e já causou mais de 160 mil mortos.

guerra civil Síria forças armadas Síria fim cerco rebelde prisão Alepo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)