Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Freira de 86 anos violada e morta em convento

Gertrud Tiefebacher foi encontrada morta com as mãos amarradas em Ixopo, na África do Sul.
23 de Abril de 2015 às 13:07
O assassínio da freira austríaca chocou a comunidade de Ixopo
O assassínio da freira austríaca chocou a comunidade de Ixopo FOTO: D.R.

Uma freira de origem austríaca, de 86 anos, foi provavelmente violada antes de ser assassinada num convento no leste da África do Sul, indicou esta quinta-feira a polícia local.

A irmã Gertrud Tiefebacher foi encontrada morta no sábado no seu quarto, no convento do Sagrado Coração em Ixopo, uma localidade a sudoeste de Durban. As suas mãos foram amarradas com o fio elétrico de uma máquina de escrever e foi sufocada com uma toalha, segundo a polícia, que disse ainda que desapareceu dinheiro.

"Pensamos que a vítima foi violada antes de ser morta", indicou num comunicado o chefe da polícia regional Mmanonnye Ngobeni, qualificando o assassinato de "bárbaro". 

Homicida em fuga
O porta-voz da polícia Thulani Zwane disse à agência France Presse que ainda não foi detida qualquer pessoa relacionada com o crime e que prosseguem as buscas. 

A irmã Gertrud Tiefebacher vivia na África do Sul há cerca de 50 anos, precisou a mesma fonte. 

As últimas estatísticas registam 17068 assassínios e 62.649 queixas por violência sexual na África do Sul em 2013/14.

África do Sul Gertrud Tiefebacher Sagrado Coração Ixopo convento freira violada morta
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)