Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Funcionários judiciais ponderam greve

Os funcionários judiciais admitiram esta terça-feira a realização de uma paralisação geral, em protesto contra as medidas adoptadas pelo Governo, incluindo o aumento da idade da reforma e congelamento de salários.
6 de Setembro de 2005 às 17:02
De acordo com o presidente do sindicato, Fernando Jorge, “todas as hipóteses de greve” estão em aberto, não afastando a possibilidade de uma eventual paralisação do sector ser “concertada com outros operadores judiciários”, como é o caso de magistrados do Ministério Público (MP) e juízes.
“A realidade dos tribunais é pior do que há dois anos quando fizemos greve no consulado da doutora Celeste Cardona (ex-ministra da Justiça). Na altura, fizemos várias greves e a situação não era tão grave”, afirmou o presidente do Sindicato dos Funcionários Judiciais, que será esta tarde recebido no Ministério da Justiça, após ter pedido uma reunião de urgência.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)