Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Futebol também é bandeira da autodeterminação de regiões que querem ser países

8 de Junho de 2014 às 08:45

A primeira edição do Campeonato do Mundo da ConIFA (Confederação de Associações de Futebol Independentes) termina hoje na Suécia, uma competição desportiva que junta países ou regiões que não são reconhecidos internacionalmente.

A competição, que se iniciou a 1 de junho, reúne algumas das regiões mais marcadas por conflitos nos últimos anos, bem como outras regiões mais pacíficas que procuram maior visibilidade no plano internacional.

Na competição podem encontrar-se equipas do Darfur, da Assíria, do Curdistão Iraquiano, da Ossétia do Sul, da Abecásia, do Tamil ou de Nagorno-Karabakh, regiões marcadas por instabilidade nas últimas décadas, sendo que os seus jogadores são sobretudo oriundos da diáspora destas regiões.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)