Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Golpista do Burundi ordena fecho de aeroporto e fronteiras

O presidente Pierre Nkurunziza tenta regressar ao país vindo da Tanzânia.
13 de Maio de 2015 às 18:07
O Presidente encontrava-se numa cimeira na Tanzânia
O Presidente encontrava-se numa cimeira na Tanzânia FOTO: Jean Pierre Aime Harerimana/Reuters

O general do Burundi que lançou, esta quarta-feira, um golpe de Estado ordenou o encerramento do aeroporto e das fronteiras terrestres, quando o presidente Pierre Nkurunziza tenta regressar ao país vindo da Tanzânia, de uma cimeira regional sobre a crise.

"Ordenei o encerramento do aeroporto e fronteiras e peço a todos os cidadãos e às forças da ordem para se deslocarem para o aeroporto (da capital Bujumbura) para o proteger", declarou o general Godefroid Niyombare através da rádio privada RPA.

Quando foi anunciada a destituição do presidente e a dissolução do governo, Pierre Nkurunziza encontrava-se em Dar es Salaam para participar na cimeira dos chefes de Estado da Comunidade da África Oriental (EAC na sigla em inglês - Burundi, Ruanda, Quénia, Tanzânia, Uganda) sobre a crise no seu país, que causou cerca de 20 mortos em pouco mais de duas semanas e levou dezenas de milhares de burundianos a fugirem para os países vizinhos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)