Genro do rei Juan Carlos vai a tribunal

Iñaki Urdangarin, genro do rei de Espanha, foi acusado esta quinta-feira por supostas irregularidades na gestão do Instituto Noos, uma fundação sem fins lucrativos que criou e presidiu entre 2004 e 2007. Urdangarin vai ter de prestar depoimento perante o Tribunal de Instrução sobre as alegadas irregularidades do Instituto.
29.12.11
  • partilhe
  • 0
  • +
Genro do rei Juan Carlos vai a tribunal
O marido da infanta Cristina está a ser investigado por várias fraudes

O duque de Palma e marido da infanta Cristina, a filha mais nova dos reis de Espanha, está a ser investigado por falsificação de documentos, prevaricação, fraude e desvio de fundos públicos. O Tribunal de Palma de Maiorca notificou Urdangarin para se apresentar no dia 6 de Fevereiro perante o juiz. 

Inicialmente, Urdangarin pretendia enviar o depoimento por escrito mas, segundo uma nota divulgada esta quinta-feira pelo tribunal, esta ‘regra de excepção’  só se aplica a testemunhas e aos membros da família real: 'o rei, a rainha, os respectivos consortes, o príncipe herdeiro e os regentes do reino'.

Foi no passado dia 12 de Dezembro que a Casa Real espanhola, que voltou a expressar publicamente o seu respeito absoluto fase às decisões judiciais, adoptou a decisão - sem precedentes, desde a entronização do rei Juan Carlos em 1975 - de separar Urdangarin dos actos oficiais.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!