Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Governadora pede Plano Marshall

A governadora do Estado de Louisiana, Kathleen Blanco, pediu a aplicação de um Plano Marshall, como o que foi concedido à Europa no final da II Guerra Mundial, para permitir a reparação dos avultados danos materiais causados pela passagem do furacão “Katrina” pelo sul dos EUA.
6 de Setembro de 2005 às 08:12
Um dos diques que protege a cidade já foi reparado
Um dos diques que protege a cidade já foi reparado FOTO: Reuters
Entretanto, continuam a chegar a Nova Orleães ajudas vindas um pouco de todo o lado. No esforço de recuperação da capital do Estado de Louisiana, as equipas que estão no terreno conseguiram já reparar um dos diques que rodeiam a cidade, o que vai permitir começar a baixar o nível das águas.
Numa altura em que foram já evacuadas cerca de 270 mil pessoas das suas casas, a maioria para o Estado vizinho do Texas, que já recebeu pelo menos 240 mil desalojados, as autoridades avisaram que aqueles que persistirem em ficar em Nova Orleães vão deixar de receber ajuda.
O novo balanço provisório de vítimas indicava 230 mortos confirmados até ao momento, 152 no Estado do Mississippi, 71 no Louisiana e sete na Florida. Todavia, o presidente da câmara de Nova Orleães, Ray Nagin, admite que só na sua cidade possam ter morrido 10 mil pessoas.
PROCURAR A FAMÍLIA E AMIGOS
Numa altura em que muitas famílias ainda se encontram separadas ou sem saber o paradeiro dos seus entes queridos, com os quais perderam o contacto no decorrer do processo de evacuação da cidade, há já cerca de 100 mil pessoas que recorreram à página da Internet da Cruz Vermelha.
O número de contactos relacionados com pessoas do zona afectada pela passagem do furacão “Katrina” que procuram encontrar as suas famílias e amigos, através deste meio, para os informar de que estão bem e qual o seu actual paradeiro disparou durante a última noite de 65.000 para 94 mil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)