Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Governo angolano negoceia fim do contrato de porto em Cabinda com a Caioporto

Lusa 31 de Maio de 2018 às 18:26

Uma comissão criada pelo Presidente angolano, João Lourenço, acaba de ser designada para negociar a cessação do contrato de concessão para a execução do projeto de construção do Porto do Caio, em Cabinda, atribuído em 2012 à empresa Caioporto.

A criação desta comissão de negociação, que será coordenada pelo Ministério dos Transportes, consta do sumário do despacho presidencial n.º 66/18, de 30 de maio, ao qual a Lusa teve hoje acesso, envolvendo a Caioporto, cujo principal acionista é o empresário suíço-angolano Jean-Claude Bastos de Morais, investigado pelas autoridades angolanas no âmbito da gestão de ativos do Fundo Soberano de Angola (FSDEA).

"Cria a Comissão de Negociação da cessação do contrato de concessão para a execução do projecto de construção do Novo Porto do Caio, celebrado entre o Ministério dos Transportes e a empresa Caioporto, S.A., coordenada pelo Ministro dos Transportes", lê-se,

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)