Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Governo chileno anula aumento do preço do metro que iniciou forte contestação social

Medida surge depois de o Senado chileno ter aprovado um projeto de lei que visava congelar o aumento das tarifas no transporte público.
Lusa 22 de Outubro de 2019 às 07:32
Confrontos no Chile
Protestos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Protestos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Protestos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile
Confrontos no Chile

O Governo do Chile anulou esta segunda-feira o aumento do preço dos bilhetes do metropolitano, depois de a medida ter provocado violentos protestos que se generalizaram no país.

Hoje, com apenas uma linha do metro em circulação, os bilhetes voltam a custar ao público 800 pesos, o equivalente a um euro, o mesmo valor praticado antes do aumento de 30 pesos a 06 de outubro.

A medida surge depois de o Senado chileno ter aprovado, na segunda-feira, um projeto de lei que visava congelar o aumento das tarifas no transporte público de passageiros.

Governo do Chile economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)