Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Governo "estaria demitido" numa democracia robusta - Alberto João Jardim

Lusa 12 de Maio de 2018 às 16:46

O antigo presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, defendeu hoje que, "em qualquer país democraticamente robusto", o Governo PS "estaria demitido" depois dos "erros grosseiros" e "omissões inadmissíveis" nos incêndios.

"Em qualquer país democraticamente robusto este Governo da República estaria demitido, depois de, na repetição dos incêndios, ter cometido os mesmos erros grosseiros e as mesmas omissões inadmissíveis da primeira vez, com a consequência da dezena de mortos", afirmou.

Na sua intervenção na cerimónia comemorativa dos 44 anos do PSD, em Beja, na qual foi homenageado, Alberto João Jardim qualificou também como sendo injusta a distribuição de rendimento pelos trabalhadores em Portugal.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)