Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Governo promete reforço de meios de salvamento

O ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira, afirmou, esta quinta-feira que o Governo pretende reforçar os meios de socorro a náufragos, salientando ser uma necessidade para o país dispor de condições para dar uma resposta mais rápida em casos de salvamento.
4 de Janeiro de 2007 às 15:42
Este anúncio surge na sequência do reforço de pedidos, já realizados em situações anteriores, de mais meios de segurança por parte das comunidades de pescadores.
Nos últimos 30 anos morreram nas Caxinas, Vila do Conde, 76 pescadores, sendo o naufrágio do barco de pesca “Luz do Sameiro”, ocorrido sexta-feira na praia da Légua, na Nazaré, a mais recente tragédia que despoletou a indignação entre pescadores e comunidade local sobre a falta de meios de salvamento e atrasos no socorro prestado.
Pedro Silva Pereira avançou que “é preciso fazer mais e melhor em matéria de meios de salvamento. O Governo não deixará de tomar todas as medidas nesse sentido”. Acrescentou que, para o executivo, "o país precisa de ser capaz de dar uma resposta mais pronta" em situações de socorro a náufragos.
O ministro da Defesa Nacional, Severiano Teixeira, garante que “o Governo acompanha com preocupação a situação” do “Luz do Sameiro”, onde três pessoas morreram, três estão desaparecidas e apenas uma se salvou.
Hoje, o ministro da Defesa Nacional interrompeu a sua presença na reunião do Governo para receber José Festas, representante dos mestres e armadores, que pretendia entregar em mãos o seu manifesto ao Presidente da República, Cavaco Silva, e ao primeiro-ministro, José Sócrates, entre outros responsáveis políticos.
Entretanto, Joaquim Piló, presidente do Sindicato Livre dos Pescadores e Profissões Afins, exigiu hoje que o Governo pague indemnizações às famílias dos pescadores mortos ao norte da Nazaré.
MINISTÉRIO PÚBLICO ABRE INQUÉRITO
O Ministério Público de Alcobaça abriu um inquérito para apurar as circunstâncias da morte dos três pescadores do 'Luz do Sameiro'.
O inquérito foi aberto na sequência dos relatórios da Polícia Marítima, a que se juntam os dados das autópsias dos três mortos resgatados do mar após o acidente, tratando-se de um procedimento habitual em casos semelhantes.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)