Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Governo alemão critica polícia por inação em ataques

Centenas de mulheres foram agredidas na noite de Ano Novo.
Lusa 5 de Janeiro de 2016 às 22:57
Thomas de Maizière
Thomas de Maizière FOTO: Kai Pfaffenbach/Reuters

O ministro do Interior alemão criticou esta terça-feira a inação da polícia de Colónia (oeste) durante as agressões em série contra uma centena de mulheres na noite de Ano Novo, que estão a suscitar uma onda de indignação na Alemanha.

"A polícia não pode trabalhar desta maneira", declarou Thomas De Maizière à cadeia de televisão pública ARD.

As forças de segurança alemãs estão a ser alvo de críticas por não terem intervindo nos ataques ocorridos numa grande praça do centro da cidadde, junto à catedral de Colónia, quando estavam mobilizadas em grande número para a noite de São Silvestre.

A polícia reconheceu ter, pouco antes das agressões, evacuado a praça devido ao perigo do fogo de artifício, mas indicou que as agressões ocorreram mais tarde. No dia seguinte, 1 de janeiro, a polícia emitiu um comunicado no qual sublinhava que a noite decorreu sem incidentes.

"Não é possível que a praça tenha sido evacuada e que em seguida se tenham verificado" as agressões, no mesmo local, e que a polícia "espera as queixas" das vítimas para reagir, lamentou o ministro do Interior.

Perto de uma centena de vítimas femininas apresentaram esta terça-feira queixa, indicando todas terem sido alvo de roubos e apalpões por grupos de homens jovens, frequentemente embriagados e que pareciam atuar de forma organizada.

O governo referiu que até cerca de um milhar de pessoas estão implicadas direta ou indiretamente nos ataques. Com base nas declarações da polícia, que se baseou em vários testemunhos, o ministro do Interior disse que "um certo número de elementos indica tratar-se de norte-africanos".

Colónia Thomas De Maizière distúrbios guerras e conflitos crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)