Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Grécia define condições para a recapitalização da banca

Bancos gregos precisam de 4,4 mil milhões de euros.
Lusa 2 de Novembro de 2015 às 11:47
Alexis Tsipras, o primeiro-ministro grego
Alexis Tsipras, o primeiro-ministro grego FOTO: EPA

O Governo grego anunciou esta segunda-feira as condições para concretizar o processo de recapitalização dos quatro principais bancos, depois de o Banco Central Europeu (BCE) ter divulgado no sábado os resultados dos testes de 'stress' das instituições.

O BCE contabilizou em 4,4 mil milhões de euros as necessidades de capital dos bancos gregos alvo de testes de resistência, tendo em consideração o cenário base, com o valor a disparar para os 14,4 mil milhões quando analisado o cenário mais adverso e que prevê que a economia contraia 6% até ao final de 2017.

O executivo referiu que o Fundo Helénico de Estabilidade Financeira (FHEF) -- que cobrirá as necessidades de capital previstas no cenário adverso - compensará cada banco com 25% de ações e 75% de capital contingente convertível em ações (os chamados 'CoCo').

Os quatro bancos analisados - Piraeus Bank, Banco Nacional da Grécia, Alpha Bank e Eurobank - têm até dia 6 para apresentar os seus planos de ação, com a intenção de atrair investidores privados para que cubram as necessidades de capital no cenário base.

Governo Grécia recapitalização banca economia negócios e finanças serviços financeiros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)