Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Grupo da sociedade civil da Argélia pede para se ir "além da Constituição"

Lusa 28 de Abril de 2019 às 16:44

Um grupo da sociedade civil da Argélia apelou hoje para que se vá "além da Constituição", considerando que o processo interino posto em prática após a demissão do Presidente Abdelaziz Bouteflika foi um "nado-morto".

Depois de terem conseguido a 02 de abril a demissão do chefe de Estado, os contestatários argelinos continuam a manifestar-se todas as sextas-feiras contra o sistema no poder, desafiando Abdelkader Bensalah, burocrata de 77 anos que acompanhou Bouteflika e que se tornou presidente interino no quadro do processo constitucional.

Juntas no "Coletivo da sociedade civil argelina para uma transição democrática e pacífica", 28 organizações não-governamentais e associações realizaram a sua primeira reunião nacional no sábado.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)