Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Guerrilha do ELN propõe cessar-fogo bilateral na Colômbia

Governo colombiano e militares iniciaram discussões exploratórias em 2014.
Lusa 2 de Novembro de 2015 às 06:13
Exército de Libertação Nacional
Exército de Libertação Nacional FOTO: Getty Images

A guerrilha colombiana do Exército de Libertação Nacional (ELN), que está em negociações em Bogotá com vista à abertura eventual de um processo de paz formal, propôs no domingo um cessar-fogo bitlateral.

"Propomos com insistência um cessar-fogo bilateral, que, paralelamente à abertura de uma fase de negociações públicas, criaria um ambiente favorável", declarou o comandante central do ELN através da rede social Twitter.

O governo colombiano e o ELN iniciaram em 2014 discussões exploratórias com vista ao estabelecimento de negociações de paz formais, sem resultados concretos até esta segunda-feira.

O ELN, segunda guerrilha da Colômbia com 2.500 elementos, reivindicou um ataque levado a cabo a 26 de outubro contra uma patrulha no departamento de Boyaca, no centro da Colômbia.

O ataque, no qual foram mortos 12 membros das forças da segurança segundo o governo, e 18 segundo o ELN, ocorreu numa localidade do município de Guican, a cerca de 400 quilómetros a nordeste de Bogotá.

Segundo o ELN, este ataque seguiu-se a um bombardeamento das forças governamentais a 22 de outubro, que causou a morte de nove rebeldes no departamento de Bolivar (nordeste da Colômbia).

ELN Exército de Libertação Nacional Colômbia distúrbios guerras e conflitos acordo cessar-fogo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)