Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Guiné-Bissau: Liga dos Direitos Humanos diz que demissão pode conduzir a nova crise

Lusa 30 de Outubro de 2019 às 10:58

A Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) considera que a demissão do Governo por decreto presidencial é "inconstitucional" e que a medida "pode mergulhar o país numa nova crise" e "comprometer o processo eleitoral em curso".

Em comunicado, a LGDH refere que o decreto "não tem nenhuma correspondência constitucional por consubstanciar uma violação flagrante e grosseira da Constituição, da resolução da Cimeira da CEDEAO de 29 de junho 2019 e dos demais quadros normativos do país".

"Esta tentativa de alteração da ordem constitucional, que já vem sendo enunciado de algum tempo para cá, não passa de manobras políticas para encobrir e dar proteção aos interesses inconfessos instalados e alheios ao anseio do povo guineense", prossegue a Liga.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)