Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Gulbenkian expõe artistas que se refugiaram em Portugal

'O Círculo Delaunay' fica patente até 22 de fevereiro.
Lusa 19 de Novembro de 2015 às 10:59
'O Círculo Delaunay', que fica patente até 22 de fevereiro de 2016, tem curadoria de Ana Vasconcelos
'O Círculo Delaunay', que fica patente até 22 de fevereiro de 2016, tem curadoria de Ana Vasconcelos FOTO: João Cortesão

A fuga à guerra e as posições anti-belicistas atravessam a vida de artistas estrangeiros que viveram em Portugal, como o casal Delaunay e Hein Semke, cuja obra estará em foco a partir desta quinta-feira, na Fundação Gulbenkian, em Lisboa.


"A vida destes artistas já desaparecidos tem muito a ver com a situação que se vive atualmente no mundo, de guerra e de refugiados", comentou Isabel Carlos, diretora do Centro de Arte Moderna (CAM) da Fundação Calouste Gulbenkian.


'O Círculo Delaunay', que fica patente até 22 de fevereiro de 2016, tem curadoria de Ana Vasconcelos e explora o contexto criativo, surgido em torno dos artistas Robert e Sonia Delaunay, e do qual fazem parte vários artistas portugueses.

Gulbenkian 'O Círculo Delaunay'
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)