Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Haiti: "Pensei que o meu pai estava morto" (C/VÍDEO)

Chegaram esta tarde a Lisboa os primeiros portugueses provenientes do Haiti, depois do sismo que terça-feira arrasou o país da América Central. Gilberto Nunes Antonio, de 61 anos, e os seus dois filhos, Galliano, de 21 anos, e Darwin, de 24, ainda não se tinham refeito do susto. "Foi uma catástrofe sem igual, não me sai da cabeça as crianças mortas no passeio", contou Gilberto, algarvio emigrado no Haiti desde 1983.
16 de Janeiro de 2010 às 19:43
Portugueses chegaram esta tarde
Portugueses chegaram esta tarde FOTO: Duarte Roriz

Os filhos não falam português e pisaram solo luso pela primeira vez. 'Estava em casa na altura do sismo e o tecto caiu-me em cima mas depois consegui fugir. Pensei que o meu pai estava morto mas depois consegui encontrá-lo', relatou Galliano, em castelhano.

Ainda não sabem se vão ou não regressar ao Haiti. 'Perdemos tudo após 20 anos de trabalho', disse Gilberto, que chegou a Lisboa via Madrid, depois de ter sido repatriado num voo da cooperação espanhola.

Pouco depois de aterrarem em Lisboa os três seguiram num voo para o Algarve, onde vão ficar em casa de familiares, em Portimão.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)