Human Rights Watch critica silêncio de países islâmicos sobre abusos a muçulmanos na China

Por Lusa|09.11.18
  • partilhe
  • 1
  • +

A Human Rights Watch (HRW) criticou na quinta-feira o silêncio dos Estados membros da Organização da Cooperação Islâmica (OCI) perante a repressão chinesa sobre a minoria muçulmana, sobretudo uigures.

A crítica desta organização não-governamental de defesa de direitos humanos surge depois de "nem um único Governo de um país membro da Organização da Cooperação Islâmica ter interpelado explicitamente a China pelos seus chocantes abusos dos muçulmanos, tornando mais fácil a Pequim dizer que as críticas são outra conspiração 'ocidental'".

A HEW adiantou ainda que alguns destes governos colaboraram com a campanha chinesa, "repatriando, particularmente uigures, para a China, negando-lhes passagem para terceiros países, fornecendo informação sobre as suas identidades às autoridades chinesas".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!