Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Imprensa destaca incerteza em Espanha

Previsível cenário de "ingovernabilidade" domina as manchetes.
21 de Dezembro de 2015 às 09:49
O PP ganhou mas sem maioria
O PP ganhou mas sem maioria FOTO: Getty Images

O previsível cenário de "ingovernabilidade" em Espanha domina esta segunda-feira as manchetes dos jornais espanhóis, dia seguinte das eleições gerais que ditaram a vitória sem maioria absoluta do PP e dificuldades de acordos pós-eleitorais para qualquer um dos partidos.

O ABC titula "Espanha deixa o Governo em suspenso [en el aire]", enquanto o El Mundo destaca "Espanha derruba o bipartidismo e deixa em suspenso o Governo" e o La Vanguardia escreve apenas "Governo em suspenso".

Na capa do ABC surge uma grande infografia com as províncias de Espanha pintadas a azul, a simbolizar as 38 (entre 52) regiões onde o PP foi o mais votado. "O PSOE só venceu em seis circunscrições, o que limita as opções de Pedro Sánchez", destaca o jornal. O El Mundo recorda em capa que o bipartidismo PP e PSOE perdeu "mais de cinco milhões de votos" (para um total de 12,8 milhões), enquanto os emergentes Podemos e Ciudadanos "superam os oito mihões".

O El País destaca que a "Perda de maioria pelo PP abre caminho aos pactos" e o La Razón reconhece que "Rajoy ganha as eleições com um parlamento ingovernável".

Os económicos escrevem "Instabilidade política" (Expansión) e "Sodoku para Governar" (Cinco Días).

O PP, de Mariano Rajoy, venceu domingo, com 123 deputados, as eleições em Espanha, que ditaram o fim do bipartidarismo, mas sem a maioria para formar governo, o que obrigará a negociações.

Espanha Emprensa Partidos
Ver comentários