Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Dominada uma das três frentes do fogo de Monchique

Não há informações de casas afetadas.
Lusa 9 de Setembro de 2016 às 07:38
Pelas 05:15 estavam no local 603 operacionais
Pelas 05:15 estavam no local 603 operacionais FOTO: José Sena Goulão/Lusa

Uma das três frentes do incêndio que lavra em Monchique, distrito de Faro, foi dominada esta madrugada e outra está 60% controlada, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

A terceira frente ativa na localidade de Fóia lavra a oeste e "não tem acesso a veículos de combate", indicou fonte do posto de comando de operações.

Não há informações de casas afetadas, com o CDOS a esperar uma evolução favorável. "O vento é bastante forte aqui no local, o que é sempre um fator incerto", ressalvou a mesma fonte. Pelas 05:15 estavam no local 603 operacionais, apoiados por 195 veículos.

Outro incêndio no distrito de Faro estava ativo esta madrugada, em Silves, com 104 operacionais e 36 meios no terreno. "São duas frentes, uma delas dominada", informou o CDOS de Faro. O incêndio de Silves, que deflagrou às 21:20 de quinta-feira, obrigou ao desvio de alguns meios de Monchique, mas tal não levou a um aumento do fogo que começou no sábado passado.

"Tivemos de reajustar, os meios tiveram de ser desviados, porque se não íamos ter duas situações bastante complicadas. Não se verificou agravamento [em Monchique]", indicou a mesma fonte.

"Estamos em combate e a nossa preocupação é tentar dominar o mais rapidamente possível mas não há previsão nenhuma de tempo", acrescentou.

Já o incêndio no concelho de Esposende, Braga, na localidade de Monte de São Lourenço, foi dado como dominado pela Proteção Civil pelas 04:00, estando ainda no local 101 operacionais e 33 veículos.

O incêndio de Monchique deflagrou no passado sábado, 03 de setembro, e foi dado como extinto no domingo, mas reacendeu-se na quarta-feira e acabou por entrar no município de Portimão.

Em Monchique, foram deslocadas 16 pessoas -- idosas e com mobilidade reduzida -, encaminhadas para casas de familiares, centros de dia e um pavilhão desportivo de apoio à Proteção Civil.

Em Portimão, as povoações do Carriçal, Moinho da Rocha e Tabual e o hotel Pestana localizado junto ao Autódromo Internacional do Algarve também foram evacuados. Segundo a Proteção Civil, foram retiradas das três localidades 28 moradores, que estão sobretudo em casas de familiares, mas também num posto de acolhimento municipal.

Do hotel saíram 85 pessoas e os hóspedes foram realojados noutra unidade do grupo Pestana no concelho. O combate às chamas tem sido dificultado pelo vento forte e pela dificuldade de acessos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)