Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Indústria papeleira diz que reforma florestal é "o maior atentado" à floresta

Lusa 25 de Julho de 2017 às 08:03

A Celpa -- Associação da Indústria Papeleira considerou hoje que a reforma florestal aprovada no parlamento na semana passada é "o maior atentado" alguma vez realizado à floresta na história da democracia em Portugal.

Num comunicado hoje divulgado na imprensa, a Celpa diz que a reforma foi aprovada de forma "apressada e atribulada" e "não respeita a opinião e os fundamentados contributos da quase totalidade dos agentes do setor florestal, nomeadamente das cerca de 50 entidades chamadas à Comissão de Agricultura e Mar".

Para a indústria papeleira, a legislação aprovada "não honra a comunidade científica e universitária, que tem afirmado categoricamente que os incêndios estão diretamente relacionados com a falta de gestão e limpeza do território (que leva ao excesso de combustível no terreno), o insuficiente número de 'barreiras corta-fogo' (por exemplo, 10 metros face às estradas, 50 metros face às habitações)".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)