Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

INEM diz não ter recusado socorro a jovem que pediu ajuda aos Bombeiros

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Grândola, Ricardo Ribeiro, diz que o ferido teve de pagar a deslocação para o Hospital.
1 de Abril de 2014 às 20:31

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) assegurou esta terça-feira que não recusou socorro ao jovem de Grândola com uma ferida profunda na cara, mas apenas o transporte gratuito para o hospital.

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Grândola, Ricardo Ribeiro, tinha dito à Lusa que um jovem de 21 anos com uma ferida profunda na cara, e que pediu ajuda aos bombeiros esta madrugada, teve de pagar a deslocação para o Hospital do Litoral Alentejano, depois de ver recusado o transporte pelo INEM.

"Nesta situação não está em causa o socorro, que foi prestado, mas sim o pagamento do transporte para o Hospital Litoral Alentejano", informou o porta-voz do INEM, Pedro Santos, confrontado com a denúncia feita pelos bombeiros. Segundo Pedro Santos, a situação do jovem, pelas informações transmitidas ao CODU, não preenchia os requisitos necessários para beneficiar do transporte gratuito.

inem grândola jovem hospital paga transporte
Ver comentários