Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Início da doença de Alzheimer pode ser atrasado em 4 anos

Investigação permitiu descoberta de variante natural de geneque reduz consideravelmente riscos.
16 de Julho de 2014 às 09:29

Investigadores canadianos revelaram, num estudo publicado esta quarta-feira numa revista científica, que um gene pode atrasar em pelo menos quatro anos o início da doença de Alzheimer.

A investigação permitiu a descoberta de uma variante natural de um gene designado 'HMG CoA réductase', presente em 25% dos norte-americanos, que reduz consideravelmente os riscos de ser atingido por esta doença que origina a perda de memória, escreveram os cientistas, num artigo publicado na revista científica Molecular Psychiatric Journal.

"Entre os indivíduos portadores desta variante genética, constatámos que os riscos de desenvolver a doença diminuem em 50% entre as mulheres e 30% nos homens", disse à agência noticiosa AFP o responsável pelo estudo, Judes Poirier, executado pelo Instituto Universitário em Saúde Mental Douglas e pela Universidade McGill de Montreal.

doença alzheimer gene
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)