Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Inquérito/BES: PCP quer saber "exata situação" de governantes com aplicações ou poupanças

Lusa 28 de Outubro de 2014 às 15:48

O Partido Comunista Português (PCP) questionou hoje o Governo sobre a "exata situação" de membros do executivo com "participações, planos de poupanças ou outras carteiras de investimentos" em empresas do Grupo Espírito Santo (GES).

No texto, endereçado ao ministro da Presidência e Assuntos Parlamentares, e a que a agência Lusa teve acesso, os comunistas citam uma notícia de segunda-feira do jornal Público, onde era revelado que 16 membros do atual Governo tinham exposição, sob formas diversas, à situação do GES.

"Apesar da legislação europeia apenas determinar a salvaguarda das contas até cem mil euros, aquando da aplicação da medida de resolução ao BES, o Governo aprovou um plano de salvaguarda cujo limiar se situa acima daquele montante", alerta o PCP, acrescentando que "alguns membros do Governo ficaram, assim, incluídos no plano de salvaguarda, quando tal não ocorreria caso tivesse sido utilizado como critério o limiar que decorre das normas europeias".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)