Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Inquérito/CGD: Domingues referiu "ocasionalmente" não entrega de declarações mas nunca houve acordo -- Governo

Lusa 6 de Junho de 2017 às 15:48

O secretário de Estado adjunto e das Finanças reconheceu hoje que o antigo presidente da Caixa Geral de Depósitos, António Domingues, referiu "ocasionalmente" uma eventual não entrega das declarações de património e rendimentos, mas nunca houve "acordo" para tal.

"A não obrigatoriedade da entrega das declarações de rendimento e património nunca foi objeto de nenhum acordo e nenhuma conversa estruturada entre mim, o ministro das Finanças, o doutor António Domingues, ou o primeiro-ministro", declarou hoje Ricardo Mourinho Félix.

O governante falava na comissão de inquérito à atuação do Governo na nomeação da CGD liderada pelo gestor António Domingues, equipa que antecedeu na liderança do banco público a que se encontra em funções agora e é encabeçada por Paulo Macedo.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)