Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Intensa prática desportiva na adolescência altera coração dos atletas

Lusa 14 de Março de 2017 às 12:21

A prática desportiva intensa e a competição na adolescência provocam alterações no coração dos atletas, conclui um estudo da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTeSC), divulgado hoje, que alerta para a necessidade de maior acompanhamento médico.

A investigação, conduzida pelo docente Joaquim Castanheira, do Departamento de Fisiologia Clínica, no âmbito da sua tese de doutoramento, intitula-se "Participação Desportiva, Crescimento, Maturação e Parâmetros Ecocardiográficos em Jovens Masculinos Peri-Pubertários" e é hoje à tarde apresentada em livro.

Segundo um comunicado da ESTeSC, o estudo detetou "diferenças significativas no tamanho, espessura das paredes e massa ventricular esquerda entre jovens desportistas e não desportistas, por um lado, e entre atletas de uma modalidade de nível local e de nível internacional, por outro, relacionando as diferenças encontradas com a prática de treino intensivo e de competição".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)