Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Investigador prepara tese de mestrado sobre naufrágio do Roberto Ivens

Lusa 25 de Julho de 2017 às 11:30

O investigador Paulo Costa, que participou na localização do navio caça-minas Roberto Ivens prepara uma tese de mestrado sobre o naufrágio provocado por uma mina alemã na barra do Tejo, em 1917, e em plena crise política e social.

"A minha tese de mestrado conclui que o caça-minas Roberto Ivens não está onde se pensava e é contextualizada no ambiente que se vivia em julho de 1917, um mês complicadíssimo para o governo de Afonso Costa, em Lisboa" explica o historiador, um dos responsáveis pela localização exata dos destroços do navio da Marinha Portuguesa durante a Grande Guerra.

Na quarta-feira, assinalam-se os cem anos do afundamento do navio caça minas Roberto Ivens (antigo arrastão Lordelo), que naufraga ao colidir com uma mina lançada por um submarino alemão à entrada de Lisboa, tendo morrido 15 dos 22 tripulantes, incluindo o comandante, o primeiro-tenente Raul Cascais.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)