Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

IRAQUE APELA AO CONSELHO DE SEGURANÇA

A direcção do partido Baas, do presidente iraquiano, Saddam Hussein, apelou esta quinta-feira ao Conselho de Segurança das Nações Unidas para que não mantenha o papel de “espectador” face ao evoluir da guerra no Iraque e faça qualquer coisa para exigir a “retirada imediata” das forças da coligação anglo-americana.
27 de Março de 2003 às 11:13
IRAQUE APELA AO CONSELHO DE SEGURANÇA
IRAQUE APELA AO CONSELHO DE SEGURANÇA
O autor do editorial da edição de hoje do jornal iraquiano “As-Saoura”, órgão oficial do Baas, questiona: “Por que razão os membros do Conselho de Segurança se comportam como espectadores?”. E, a seguir, volta a perguntar: “O início da agressão ao Iraque não proporcionou um bom pretexto aos membros do Conselho para agirem, de forma séria e eficaz, no sentido de exigirem o fim desta agressão, em defesa da legalidade internacional e de um Estado independente, membro da ONU?”
Segundo é assinalado no editorial do “As-Saoura”, Bagdad não espera que um país estrangeiro combata ao seu lado na defesa do povo iraquiano, o que considera ser um dever que é capaz de assumir, mas pede ao Conselho de Segurança e à comunidade internacional para que ajam para pôr cobro à agressão e obrigar as forças invasoras a abandonarem imediatamente o Iraque.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)