Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

IRAQUE GARANTE RESPEITO POR CONVENÇÃO DE GENEBRA

As autoridades iraquianas garantiram hoje total respeito pela Convenção de Genebra, que estipula as regras de tratamento humanitário dos prisioneiros de guerra, no mesmo dia em que mostrou imagens de pelo menos cinco soldados norte-americanos capturados, um dos quais uma mulher.
23 de Março de 2003 às 19:53
“O Iraque não vai mal tratar prisioneiros de guerra”, garantiu o ministro iraquiano da Defesa, Sultan Hashim Ahmed, acrescentando que o tratamento a dar aos soldados aliados capturados seguirá as regras da Convenção de Genebra. No início da guerra, há quatro dias, o governo iraquiano havia declarado a sua intenção de não respeitar a Convenção de Genebra, numa provável tentativa de minar o moral das tropas invasoras. O secretário norte-americano da Defesa, Donald Rumsfeld, e a Cruz Vermelha Internacional já declararam que as imagens dos prisioneiros constituem uma violação da Convenção de Genebra.

Pelo menos quatro soldados mortos – corpos semi-despidos estendidos de forma aleatória numa pequena divisão e junto aos quais um iraquiano sorria em vitória, puxando a camisola de um dos cadáveres – e cinco prisioneiros de guerra – um deles ferido e estendido sobre um tapete, o que não impediu o repórter de lhe segurar a testa para que respondesse a uma pergunta – foram filmados pela televisão estatal iraquiana. As imagens foram depois difundidas para o Mundo pela televisão do Qatar al-Jazeera (a chamada CNN árabe). DE acordo com a al-Jazeera, os cinco soldados norte-americanos, incluindo uma mulher, foram capturados na cidade de Souq al-Shuyukh, no Sul do Iraque.

Como as mulheres do Exército norte-americano não podem lutar na linha da frente (só em missões aéreas), foi rapidamente revelado que estes prisioneiros pertencem a uma unidade de apoio mecânico de tanques (Unidade de Manutenção 507), o que revela os riscos da estratégia de rápido avanço adoptada pelas forças invasoras, criando longas filas de apoio logístico na retaguarda, expostas a acções iraquianas.

O ministro Ahmed garantiu ainda que as forças iraquianas em Nassiriya mataram muitos americanos e destruíram 10 tanques e 20 veículos blindados de transporte de pessoal.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)