Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Israel admite abandonar territórios palestinianos

O primeiro-ministro israelita, Ehud Olmert, afirmou, esta segunda-feira, que as Forças Armadas de Israel podem retirar-se dos territórios palestinianos em troca dw uma solução de paz entre israelitas e palestinianos.
27 de Novembro de 2006 às 11:16
"Estamos prontos para abandonar vários territórios em troca da paz com os palestinianos", declarou Olmert em declarações proferidas numa cerimónia em Sde Boker, no deserto do Neguev, em memória do primeiro chefe de governo israelita, David Ben Gourion.
Ehud Olmert, dirigindo-se ao povo palestiniano, comprometeu-se a propor a Abu Mazen (o Presidente Mahmoud Abbas) "um encontro imediato" para promover "um diálogo aberto, sincero e sério", caso os palestinianos constituam "um novo governo, que se comprometa a aplicar os princípios do Quarteto, que ponha em marcha o Roteiro para a Paz" e que "liberte o soldado Gilad Shalit (capturado a 25 de Junho por grupos armados)".
O chefe do Governo israelita mostrou-se ainda disposto a libertar vários prisioneiros palestinianos e a desbloquear os fundos que foram congelados, em troca da libertação de Gilad Shalit.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)