Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Itália recusa desembarque de 629 migrantes e pede a Malta que os acolha

Lusa 10 de Junho de 2018 às 18:08

O ministro do Interior de Itália pediu hoje a Malta que receba o barco da ONG SOS Mediterrâneo, com 629 migrantes a bordo, que o novo Governo italiano não autoriza que desembarquem em Reggio Calabria, no sul do território.

De acordo com a comunicação social italiana, Matteo Salvini enviou uma carta urgente às autoridades maltesas, explicando que o Aquarius, com pessoal dos Médicos Sem Fronteiras, encontra-se a 43 milhas náuticas de Malta (quase 80 quilómetros), pelo que a obrigação de desembarque dos migrantes não pertence aos italianos.

A Guarda Costeira italiana, que coordena as operações de vigilância e resgate no Mediterrâneo central, disse à agência Efe que, no sábado, foram resgatados 629 imigrantes em seis operações, nas quais participaram unidades da ilha de Lampedusa, três navios mercantes e a ONG SOS Mediterrâneo.