Jerónimo de Sousa não percebe "autocontentamento" do ministro das Finanças

Por Lusa|27.05.17
  • partilhe
  • 0
  • +

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, disse hoje não perceber o "autocontentamento" do ministro das Finanças na questão da dívida do país, considerando que sua renegociação é uma "questão fundamental".

Jerónimo de Sousa, que falava durante o almoço de apresentação dos candidatos autárquicos ao distrito de Vila Real, referiu que a resposta plena aos "problemas continua muito condicionada pelo limitado alcance das opções do Governo minoritário do PS que, nas questões mais estruturantes e fundamentais, continua a pautar-se pelas grandes orientações da política de direita".

"Por exemplo, vir afirmar, como o senhor ministro das Finanças afirmou, de que a dívida é sustentável, fugindo à questão de sabermos que temos uma das maiores dívidas do mundo e um serviço da dívida que constitui uma autêntica sangria desatada, já que pagamos oito mil milhões de euros só em juros", salientou Jerónimo de Sousa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!