Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Jerónimo de Sousa antevê naturais discordâncias com PS

Divergências não vão pôr em causa o Governo.
Lusa 13 de Dezembro de 2015 às 19:31
O líder dos comunistas, Jerónimo de Sousa
O líder dos comunistas, Jerónimo de Sousa FOTO: Pedro Nunes/Lusa

O líder comunista antecipou este domingo eventuais discordâncias face a medidas do Governo socialista, sem que isso venha a colocar em risco a solução governativa encontrada através dos entendimentos à esquerda parlamentar.

Inquirido sobre uma futura confrontação com as imposições de metas por parte de Bruxelas, Jerónimo de Sousa, após reunião do Comité Central do PCP, em Lisboa, reiterou a confiança numa solução para a eliminação da sobretaxa do IRS, apesar das diferenças de ritmo preconizadas pelos dois partidos, embora, quanto à reposição de salários na função pública, tenha frisado que se trata de uma questão "sagrada", "de princípio".

"Nós conseguimos o máximo da convergência, que foi o máximo do compromisso, que assumimos com o PS, com a consciência de diferenças e até de divergências. Isto significará que, possivelmente, quando o PS avançar com medidas com as quais temos razões de fundo para discordar, discordaremos", disse o secretário-geral comunista, referindo-se ao texto "posição conjunta", que viabilizou o XXI Governo Constitucional, liderado pelo homólogo do PS, António Costa.

Para o líder do PCP, tal não vai pôr "em causa a solução governativa encontrada, mas será um exercício natural, tendo em conta a afirmação que os dois partidos fizeram dessas diferenças e divergências, onde ninguém exigiu a ninguém que deixasse de ser o que era".

"Da parte do PCP, não regatearemos um voto que seja para aquilo que for bom para o nosso povo e o nosso país. Naturalmente, assumiremos uma posição contrária se entendermos que isso prejudica esta perspetiva dos interesses do país, dos trabalhadores e do povo", vincou.

Governo Jerónimo de Sousa Comité Central do PCP António Costa política partidos e movimentos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)